+351 210 302 360 CSM | Linha de Apoio | Marcações
PT | EN
NEWSLETTER

Periodontologia: principais questões colocadas pelos nossos pacientes

Quais as causas da periodontite?

A periodontite afeta quase um em cada dois adultos com mais de 35 anos.
Nem todos os indivíduos que apresentam gengivite vão desenvolver periodontite, no entanto existem fatores que aumentam esta probabilidade:

  • Persistência de placa bacteriana;
  • Predisposição genética;
  • Consumo de tabaco;
  • Stress;
  • Diabetes mal controlada;
  • Outro tipo de doenças sistémicas que diminuem ou alteram defesas imunitárias.

O que distingue a gengivite da periodontite?

A gengivite é a condição prévia à periodontite, onde se verifica hemorragia decorrente do processo inflamatório, mas sem perda óssea. Um diagnóstico precoce pode evitar a progressão da doença.

Relativamente à periodontite, esta consiste numa doença dos tecidos periorais decorrentes de um processo inflamatório que leva à reabsorção óssea e consequentemente à perda dentária.

Quem é que deve recorrer a um periodontologista?

Todos os pacientes que tenham hemorragia gengival espontânea ou durante a escovagem ou que apresentem dentes com mobilidade. Pacientes com assimetrias do sorriso, recessões gengivais (falta de gengiva) e ainda pacientes que tenham hemorragia ou perda óssea nos seus implantes.

O que posso fazer para evitar a doença periodontal?

Uma boa escovagem dentária (2 x dia) com o uso de meios de escovagem interproximal, que no paciente saudável costuma ser o fio dentário o mais comum. Visitar regularmente o médico dentista.

 

Dra. Diana Valente,
Especialista em Periodontologia pela OMD
Coordenadora do Departamento de Periodontologia na CSM


Voltar